O que é Engenharia Biomédica?
        A Engenharia Biomédica é uma área em que conhecimentos de Engenharia, Matemática, Computação, Física e Química são utilizados para resolver problemas da Biologia e Medicina.

        A Engenharia Biomédica é uma especialidade relativamente recente e tem prestado substancial contribuição às ciências biomédicas e à tecnologia aplicada a problemas médicos. Na sua definição mais ampla a Engenharia Biomédica tem pontos de tangência com outras áreas multidisciplinares do conhecimento, tais como Física Médica, Biomatemática e Informática Médica. Pode-se perceber da definição de Engenharia Biomédica que ela é uma área muito vasta e que hoje é impossível um único indivíduo cobrir toda a gama de conhecimentos.

         A Engenharia Biomédica pode ser dividida em quatro sub-áreas:

Bioengenharia: voltada ao desenvolvimento da ciência biomédica; por exemplo, estudando o funcionamento de neurônios e de células cardíacas com o auxílio de modelos matemáticos e simulações
Engenharia de Reabilitação: objetivando desenvolver sistemas eletrônicos e mecânicos que melhorem as condições de vida de deficientes.
Engenharia Médica: direcionada ao estudo, projeto e execução de instrumentação (principalmente eletrônica), sensores, próteses, etc, para a área médica;
Engenharia Clínica ou Hospitalar: voltada às atividades de certificação e ensaios de equipamentos médicos, e atividades em hospitais incluindo projeto, adequação e execução de instalações, assessoria em processos de tomada de decisão na aquisição de equipamentos, treinamento e orientação de equipes de manutenção;
 
 

Participação do LEB nas sub-áreas da Engenharia Biomédica

Bioengenharia - Análise computadorizada de sinais dos sistemas nervoso e muscular visando aplicações em clínica e pesquisa.
- Modelagem e simulação de rede neuronal da medula espinhal envolvida em controle motor.
- Estudo experimental da neurofisiologia em seres humanos: reflexos, controle postural, circuitaria neuronal da medula espinhal.
- Processamento de sinais biológicos, técnicas de reconhecimento de padrões e análise de sinais e sistemas caóticos.
- Biomecânica do movimento humano, teoria, modelagem e simulação.
- Efeitos de radiações não ionizantes em seres vivos.
Engenharia de Reabilitação - Estimulação elétrica funcional.
- Urodinâmica.
Engenharia Médica - Biotelemetria e sensoriamento remoto de sistemas biomédicos.
- Instrumentação analógica/digital e processamento de sinais para a área cardiológica.
- Processamento de imagens Médicas: pesquisa e desenvolvimento de aplicações
Engenharia Clínica 
ou Hospitalar
- Ensaios e certificação de equipamentos médicos.
Atualizada em 01/2009.